Identifique o motor ocioso na frota e saiba como agir

O motor ocioso é um problema que nem sempre é notado, mas pode gerar um grande prejuízo. Veja como identificar e evitar que aconteça.
O motor ocioso acontece quando o veículo está ligado, mas sem se movimentar.

“Ociosidade” é o termo usado para descrever algo que está inativo. No caso do motor ocioso, representa o ato de manter o veículo ligado sem se movimentar.

Embora o motor também sofra com essa situação, o que se considera como um grande problema é o aumento no consumo de combustível e a emissão de gases poluentes. E não é nenhum mistério que os custos com abastecimento são um constante alvo dos gestores, que sempre buscam reduzir os gastos nessa área.

Porém, poucos olham o problema do motor ocioso como uma alternativa para atingir esse objetivo. Hoje, confira:

O que é motor ocioso?

É quando o motor está ligado e o veículo parado. Por exemplo, ao parar para uma entrega e deixar o veículo ligado na hora de fazer a descarga da caçamba.

Vale ressaltar que “motor ocioso” é diferente de “ociosidade da frota”. Essa ociosidade da frota acontece a partir do momento em que há veículos quebrados ou parados para conserto na garagem e oficina da operação. 

Dessa forma, impactando na eficiência operacional da empresa ao ter um mau aproveitamento do espaço e veículos da frota. 

Quando acontece o motor ocioso?

Existem diferentes situações em que o motor pode ser considerado ocioso. Alguns deles, e mais comuns, são:

KIT
Checklist: Modelos + Manual

Comece a aplicar o checklist agora em sua operação

Eu concordo com os Termos de Uso e aceito receber conteúdo educacional e promocional relacionado com os produtos e serviços da PrologApp.
  • O motorista inicia o veículo para ligar o ar condicionado;
  • Tempo parado em trânsito, principalmente em casos de obras e acidentes, podendo ficar horas no mesmo local;
  • Ato de carregar e descarregar o veículo em docas, depósitos ou armazéns;
  • Quando um dos motoristas desce para buscar algum alimento e o outro fica com o veículo ligado esperando.

Tempo ocioso operacional x Tempo ocioso real

É importante diferenciar que o motor ocioso não se aplica a todos os momentos em que o veículo está ligado e parado. Há alguns casos em que essa ação é necessária.

Um deles é para o preparo e aquecimento do veículo. Principalmente em caminhões de carga, onde tem um tempo médio que o veículo precisa ficar parado antes de começar a se movimentar, a fim de ativar todas as suas peças e componentes, evitando problemas na partida.

Quais são as consequências causadas pelo motor ocioso?

Envelhecimento precoce do motor

De maneira resumida, o trabalho do motor é fazer a queima de combustível, dando o impulso necessário para que o veículo funcione adequadamente. Se o veículo está ligado e o motor não está completando seu trabalho, ele começa a sofrer algumas consequências.


Dentre elas, o combustível não completa a sua queima de maneira adequada, gerando acúmulo nos componentes do motor e causando a perda de seu óleo lubrificante. A longo prazo, ocasiona atrito nas peças e envelhece o motor de maneira acelerada.

Queima incorreta de combustível

Para o veículo ligar e se manter em movimento, o motor precisa realizar a queima de combustível. Se o automóvel for iniciado e não se movimentar por um período estendido de tempo, essa queima passa a acontecer de maneira irregular.

Aumento no consumo de combustível

A queima incorreta do combustível é um dos fatores que faz os custos com abastecimento aumentarem. Além disso, se o veículo está ligado e parado, o desperdício de combustível é evidente, pois não está sendo usado da maneira mais eficiente na realização do transporte.

Custos com manutenção elevados

Com o envelhecimento precoce do motor e a perda excessiva de óleo lubrificante do motor, os custos com manutenção também aumentam. Afinal, são necessários realizar mais serviços e com maior frequência.

Inclusive, reparos com muita regularidade no motor pode ser um dos sinais para você identificar que o motor ocioso é um problema na sua frota. Por isso, é importante ter uma gestão de manutenção bem estabelecida.

Maior emissão de gases poluentes

Os veículos pesados são uma das principais causas de poluição ambiental, emitindo uma grande parcela dos gases nocivos na atmosfera. Segundo relatório da EPA, a indústria do transporte é responsável por 27% dessas emissões.

Quando o veículo fica com o motor ocioso, pode aumentar ainda mais os impactos ao meio ambiente. Ao evitar esse problema, estima-se que reduziria cerca de 1 milhão de toneladas de CO² emitido.

Como reduzir os períodos de motor ocioso na sua frota?

Para evitar que o motor ocioso seja um problema frequente nas suas operações de transporte, você precisa adotar o rastreamento e monitoramento de frotas, assim como providenciar treinamentos de motoristas.

Monitoramento de frotas

O monitoramento será essencial para entender quais são os períodos de ociosidade e o que os motivou: trânsito, parada para descarregar o caminhão ou até se não houver nenhum motivo claro que deve ser verificado com o motorista da rota.

Tenha atenção na hora de escolher um sistema de rastreamento que gere as informações que você precisa para esse caso.

Treinamento de motoristas

Na segunda alternativa, é parte do seu papel na frota trazer treinamentos que contribuam com os resultados positivos das operações de transporte. 

Aulas, palestras e práticas em simuladores sobre direção defensiva e segura são fundamentais e é o momento ideal para mostrar o que é um motor ocioso e qual o tempo seguro para os casos em que o veículo precisa do seu tempo de “ativação”. 

O controle de motoristas e viagens através de planilhas ou sistemas contribui e facilita bastante a identificação de quem está causando mais problemas com a ociosidade do motor.

Controle de manutenções

Através do controle de serviços preventivos e corretivos você consegue avaliar o funcionamento do motor e casos de motor ocioso. Por isso, ter um sistema ou planilha para registrar os serviços realizados e previstos é uma alternativa bem interessante.

Confira como montar a sua planilha de controle de manutenção em nosso post sobre o assunto.

Autor

Jade Zart

Leia também

Que tal receber conteúdos incríveis como estes e totalmente de graça?

Inscreva-se e receba as melhores dicas e novidades para melhorar os seus resultados e de sua operação na gestão de sua frota.

O Prolog utiliza as informações de contato fornecidas à nós para informá-los de nossos produtos e serviços. Você pode deixar de ser inscrito a qualquer momento. Para saber mais informações de como ajustar suas configurações de privacidade, confira nosso “Termo de Uso” e nossa “Política de Privacidade”.

O conteúdo que você já gosta e acompanha sobre o universo da gestão de frotas também está em vídeos publicados semanalmente e lives exclusivas com convidados.

O conteúdo que você já gosta e acompanha sobre o universo da gestão de frotas também está em vídeos publicados semanalmente e lives exclusivas com convidados.

Além destes, temos outros materiais para te ajudar na gestão de sua frota.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Soluções

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança.

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.