Procurando uma solução de Gestão de Manutenção para a sua frota?

Como a automação transforma a gestão de manutenção da sua frota?

As tecnologias facilitam e agilizam o trabalho dos gestores de frota, entenda como o seu próximo passo deve ser a automação na gestão de manutenção.
Conheça o que é a automação na gestão de manutenção de uma frota.

A automação na gestão de manutenção é uma tendência bastante sólida. 

Já está presente nas operações modernas e, com algumas alternativas de implementação acessíveis, em breve poderemos encontrá-la em praticamente todas as empresas que possuem frotas.

Essa automação de processos pode acontecer pela automatização de uma atividade operacional, ou pela simplificação na transferência e integração de dados e informações entre diferentes setores, por exemplo.

Continue lendo para entender:

O que é a automação na gestão de manutenção?

A automação na gestão de manutenção é uma tendência que se baseia nos princípios da Manutenção 4.0, que consiste na incorporação de tecnologias e processos automatizados nas atividades de manutenção de uma empresa.

O objetivo principal dessa automação é agilizar a rotina das operações de manutenção, aplicando-se tanto na indústria quanto no setor de transporte. 

É uma abordagem que permite não apenas melhorar a eficiência operacional, mas também aumentar a confiabilidade dos equipamentos, reduzir os custos operacionais e minimizar o tempo de inatividade, resultando em grandes vantagens para a empresa.

KIT
Checklist: Modelos + Manual

Comece a aplicar o checklist agora em sua operação

Eu concordo com os Termos de Uso e aceito receber conteúdo educacional e promocional relacionado com os produtos e serviços da PrologApp.

Como funciona a automação na gestão de manutenção da frota?

Nas frotas, a automação nos processos de manutenção pode abranger desde a utilização de sensores e monitoramento em tempo real até a análise de dados avançada e sistemas de gerenciamento de manutenção, oferecendo uma solução completa para controle das atividades de manutenção.

Confira alguns exemplos:

Sensores de temperatura, vibração, etc.

Os sensores de temperatura, vibração e outros similares são dispositivos instalados nos veículos para monitorar diversas condições em tempo real. 

Por exemplo, os sensores de temperatura podem rastrear a temperatura do motor, da bateria e de componentes críticos, indicando quando estão saindo dos padrões. Enquanto isso, os sensores de vibração podem detectar qualquer irregularidade no funcionamento do veículo e identificar problemas na rodagem.

De modo geral, os sensores fornecem dados contínuos, permitindo que a equipe de manutenção identifique problemas em estágio inicial e tome medidas preventivas antes que ocorram falhas graves. 

Isso não apenas aumenta a confiabilidade dos veículos, mas também ajuda a reduzir custos ao evitar reparos custosos e tempo de inatividade não planejado.

Aferidor eletrônico de pneus

Manter a pressão correta dos pneus é essencial para a segurança, eficiência de combustível e vida útil dos pneus. 

Com o aferidor eletrônico, o trabalho de utilizar o aparelho manualmente ainda existe, mas toda a leitura dos dados e inserção de informações no sistema é uma etapa completamente automatizada.

Dentro do sistema, a leitura e interpretação dos dados também é uma automação na gestão de manutenção. Você terá indicações de quais pneus estão com a aferição vencida, quais precisam ser calibrados, e assim por diante.

Checklist eletrônico de inspeção veicular

O checklist eletrônico de inspeção veicular é uma plataforma digital que substitui os tradicionais checklists em papel usados para inspecionar veículos. 

Com a automação, os motoristas ou técnicos de manutenção podem usar dispositivos móveis, como smartphones ou tablets, para realizar inspeções detalhadas dos veículos. A cada checklist que o motorista conclui, a atualização acontece em tempo real para o gestor, que pode acompanhar e controlar seus veículos de qualquer lugar.

Os modelos de checklist são personalizáveis e podem incluir verificações de segurança, inspeções de componentes críticos, avaliações de itens mecânicos, elétricos, e muito mais. 

Uma de suas principais funções é garantir que nenhum item seja esquecido durante a inspeção e registrar automaticamente os resultados. 

Além disso, qualquer problema detectado pode ser relatado imediatamente, através da abertura automática de uma Ordem de Serviço, para que as ações corretivas sejam tomadas rapidamente. Todo o processo de inspeção se torna mais preciso e eficiente.

Sistema de gestão de manutenção

Os sistemas de gestão de manutenção são soluções tecnológicas que facilitam o planejamento, agendamento e acompanhamento de todas as atividades de manutenção da frota. 

Esses sistemas centralizam informações, históricos de manutenção e até documentos relacionados à frota. Assim, permitem que a equipe de manutenção agende serviços, atribua tarefas, acompanhe o progresso e registre todos os detalhes das intervenções. 

Além disso, geram relatórios automatizados, facilitando a análise de desempenho, identificação de tendências e tomada de decisões informadas. 

Integração entre sistemas

A integração entre diferentes sistemas é um componente fundamental da automação na gestão de manutenção da frota. 

Essa integração permite que os sistemas compartilhem dados em tempo real, eliminando a necessidade de entrada manual de informações e reduzindo erros. 

É uma atividade que visa o aumento na eficiência geral da gestão de manutenção e reduz a quantidade de trabalhos manuais, permitindo que a equipe se concentre em tarefas mais estratégicas.

Como implementar a automação na gestão de manutenção da frota?

Antes de adotar a automação na gestão de manutenção, é fundamental avaliar as necessidades específicas da sua frota. Isso dará uma garantia da escolha das tecnologias mais apropriadas e eficazes para alcançar resultados significativos.

Além disso, é preciso iniciar a implementação de uma cultura de tecnologia na manutenção não apenas na frota, mas em toda a empresa. Dessa forma, estará preparando os colaboradores para abraçar as novas soluções de automação e incorporá-las de forma eficiente às operações.

Na fase de planejamento, defina com clareza os passos necessários para a integração da automação em sua operação. 

Isso envolve a escolha da ferramenta a ser utilizada, o planejamento do processo de instalação e o treinamento necessário para a equipe. Ter um cronograma claro para a implementação é fundamental para que a automação comece a funcionar de maneira correta.

Lembre-se de estabelecer indicadores e métricas para acompanhar o desempenho da automação na gestão de manutenção. 

Assim, você consegue avaliar se as mudanças estão gerando melhorias significativas em sua frota. A implementação da automação é um processo contínuo que requer monitoramento constante para garantir o sucesso a longo prazo.

Que tal se preparar ainda mais para elevar a gestão de manutenção da sua frota ao próximo nível? 

Conheça o curso da Prolog e adquira as habilidades necessárias para otimizar esse setor da sua empresa. Adquira agora!

Autor

Luiz Felipe

Sócio fundador e CTO na Prolog App

Leia também

O conteúdo que você já gosta e acompanha sobre o universo da gestão de frotas também está em vídeos publicados semanalmente e lives exclusivas com convidados.

O conteúdo que você já gosta e acompanha sobre o universo da gestão de frotas também está em vídeos publicados semanalmente e lives exclusivas com convidados.

Além destes, temos outros materiais para te ajudar na gestão de sua frota.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Soluções

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança.

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.

Gestão de pneus ágil e descomplicada para mais economia e segurança

Esqueça a papelada! O controle de sua frota na palma de sua mão.